Após três horas de sequestro, o homem identificado como Paulo Roberto, de 35 anos, que sequestrou o coletivo da linha 723 (Cascadura-Mariópolis) se entregou para a polícia às 19h35 da noite desta sexta-feira. O sequestrador foi levado para a 39ª DP (Pavuna).

O sequestro aconteceu pouco antes das 17h na Avenida Brasil, na altura de Guadalupe, Zona Norte do Rio. Segundo informações da polícia, Paulo Roberto era usuário de crack e estava sob o efeito da droga, quando tentou assaltar o coletivo armado com uma faca. O bandido fez três pessoas de refém; o cobrador e o motorista, e uma jovem de 17 anos, que foi identificada como Rafaela.

Homens do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE), tentavam negociar com o sequestrador pela janela do coletivo. Paulo chegou a pedir a presença de sua família no local. O primeiro refém a ser liberado foi o motorista, depois de mais negociações entreo bandido e a polícia, a porta de trás do veículo foi aberta, a jovem e o cobrador foram liberados, e Paulo se rendeu.

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio a Avenida Brasil permanece com a pista lateral fechada na altura de Guadalupe, sentido Zona Oeste. A via central tem uma faixa ocupada e três liberadas ao tráfego. Há lentidão na via, com reflexos até Irajá. Os motoristas que saem da Zona Norte/Centro podem optar pela Avenida Dom Hélder Câmara, sentido Cascadura; e Estrada Intendente Magalhães, sentido Sulacap.