Alguns devem estar se perguntando porque este blog não vai falar nada sobre a ocupação do Complexo da Maré? Por que eu não acredito nesta política de segurança, pode ser umas das respostas mas eu vou além.

O crime organizado (desorganizado) nunca vai acabar por culpa nossa, da sociedade. Todos nós em diferentes níveis de caráter somos corruptíveis em diferentes graus, ou você acha que pegar uma bala escondido é diferente de furtar um carro? A polícia não tem interesse em acabar com o tráfico e os crimes que o compõe. O soldado ganha o seu, o sargento ganha, o coronel ganha, o comandante ganha, uns diretamente e outros indiretamente, uns pegam o dinheiro e outros pegam de quem pegou. É a roda, você entra nela e já sabe que vai chegar a sua vez.

Os governantes não se preocupam com as mazelas vindas destes grupos, até porque eles também lucram com as vendas de armas e entorpecentes. Alguns deles usam o poder para facilitar a entrada no país destas drogas e armas, alguns entram com elas até. Eles vendem as cargas para os peixinhos multiplicarem e revenderem em suas colmeias. Voto? Não, voto não dá.

E não pense você que os Generais e as patentes menores não se corrompem, eles são os principais culpados desta zona toda, viram dinheiro fácil e rápido e à época eles mandavam na ditadura brasileira. A inserção desta mazela foi forte neste período em nosso território. Por onde vocês acham que entram armas, munição e drogas? Terra, ar e mar… exército, aeronáutica e marinha.

A sociedade erra por ter quem compre. Sem comprador não há lucro, se tem quem compre sempre existirá a ilicitude, e não venha com este papo de LIBERAR, porque você libera uma mas sempre encontrarão um (a) substituto (a).

Tudo o que fazem é paliativo, vai durar o tempo que eles desejarem. A UPP não traz segurança e não traz paz se junto não vier o governo com vontade de fazer a mudança. O governo tem que se entranhar na comunidade de forma efetiva e séria e não só colocando uns bonecos lá. Tem que levar para a comunidade projetos, cursos, levar os direitos de cada um, respeitar o morador da comunidade, tratar o morador com a mesma civilidade que o governo trata o desembargador da zona sul (que pode ser um facilitador da entrada das drogas e armas, por exemplo).

Se esta atitude não for implantada, nada, nada nunca irá mudar. E a roda continuará girando ano após ano…