Bem, onde há purpurina há carnaval, se é verídico ou não só o próprio pode afirmar.

Um dos assuntos mais comentados nas redes sociais nesta quinta-feira é a suposta homossexualidade do filho do bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd). Mesmo sem comprovar a veracidade de informação, a notícia também se espalha por sites  de notícias voltados ao público gospel, onde mostram fotos e vídeos que seriam Moyseis Macedo, filho adotivo do religioso.

“Filho de Edir Macedo assume que é gay”, é o título do link compartilhado por Adriane Galisteu. “Mas isso é novo?”, pergunta estilista Carlos Tufvesson em seu perfil. “Filho do Bispo Edir Macedo assume que é gay e gera polêmica nas redes sociais”, também posta Nany People. “Esta notícia é verdadeira? Caso positivo, o Marco Feliciano irá “curar”, aponta o advogado Ércio Quaresma, que defendeu o ex-policial Bola, acusado de matar e ocultado o cadáver de Eliza Samudio, amante do goleiro Bruno.

O site O Fuxico Gospel  chegou a retirar a notícia do ar, afirmando que o próprio Moyseis pediu a exclusão do conteúdo da página. “Moyseis educadamente solicitou que a matéria fosse removida e negou qualquer veracidade na informação”, disse o comunicado do site. Até a publicação desta reportagem, o bispo Edir Macedo não foi encontrado para comentar o caso.