Uma menina de 10 meses de vida morreu asfixiada dentro do carro do pai, em Volta Redonda, no Sul Fluminense, nesta quinta-feira. Manuella Sueth Matilla, foi encontrada morta pelo próprio pai, o comercianteClóvis Perrut Matilla, 29 anos, no interior do carro dele, estacionado na Rua das Margaridas. A criança ficou no veículo por cerca de quatro horas, das 14h até às 18h.

Clóvis teria que levar a criança para uma creche no bairro Laranjal. Ele, contudo, encontrou amigos e foi até outro bairro. Horas depois foi alertado pela mulher, que perguntou porque a menina não estava na creche. Segundo o delegado da 93ª DP (Volta Redomda), Márcio Figueiroa, foi então que Clóvis se lembrou da filha.

Ele foi preso, pagou 20 salários mínimos de fiança e foi liberado após prestar depoimento. O pai disse que dois funcionários dele é que costumavam levar a filha para a creche. Ele foi indiciado por homicídio culposo. A criança será sepultada nesta sexta feira, em Volta Redonda.