PMs do 31º BPM (Recreio) prenderam seis mulheres, no início da manhã deste domingo, após uma briga entre elas no Quiosque Pesqueiro, na Barra da Tijuca, Zona Oeste

De acordo com os policiais, as mulheres iniciaram a confusão e ameaçaram umas as outras de morte. Uma das envolvidas é Fernanda Girão, filha do ex-vereador Cristiano Girão, preso desde 2009 após ser condenado a 14 anos de prisão, acusado de chefiar a mílicia da Gardênia Azul, em Jacarepaguá, também na Zona Oeste.

Uma testemunha que passava pelo local, disse que Fernada e mais cinco mulheres provocaram duas meninas que estavam numa mesa, chamando uma delas de Suellen, personagem de Isis Valverde na novela Avenida Brasil. As duas foram ao grupo para tirar satisfações e a confusão começou.

Juliana Calmon, 33 anos, a principal agredida, relatou que mal chegou ao quiosque quando foi xingada pelo grupo de Fernanda Girão. Quando se aproximou para falar com elas, foi cercada pelas mulheres e apanhou. A amiga, Márcia Castro, de 48 anos, tentou defendê-la, mas foi dominada em seguida.

Três homens que estavam no local tentaram ajudar, mas não conseguiram dominar as mulheres. Quando os policiais chegaram, precisaram algemar duas amigas de Fernanda que estavam muito alteradas e chegaram a tentar agredir os PMs.

Todas foram encaminhadas para a 16ªDP (Barra da Tijuca), onde a briga continuou. Ainda segundo Juliana, que chegou na delegacia primeiro, o grupo ainda quebrou seus óculos e celula antes de serem contidas pelos  policiais. De acordo com os agentes, as cinco amigas de Fernanda foram liberadas.

cristianogirao | CRISTIANO GIRÃO

Após depoimento, a filha do ex-vereador saiu pelos fundos da delegacia. As vítimas foram encaminhas para o exame de corpo de delito, no Instituto Médico Legal. Juliana e Márcia tiveram hematonas nos olhos, pernas e canela, além de receberem golpes na cabeça e nuca. Segundo Juliana, uma audiência sera marcada para rever o caso.

O ocorrido foi registrado na 16ª DP.