Hoje eu estive presente no ato que foi divulgado em redes sociais e jornais na Pça Araribóia (estação de barcas de Niterói) e achei que a população estava ausente. Logo os mais interessados não compareceram para questionar o valor absurdo que irá ser cobrado a partir de Sábado (3 fev). Foi um ato organizado por estudantes da UFF e correntes políticas de extrema esquerda e na forma como foi conduzida não teve o efeito esperado. Mas apareceu até mesmo o PSDB lá para tirar uma casquinha das barcas. Bem, agora falando um pouco do ato em si: Primeira pergunta, porque tanta “polícia”? Tanto de um lado (pça XV) como do lado de Niterói tinham mais PM da tropa da choque do que manifestantes. Os PM’s estavam armados com armas não letais mas que machucam bastante, bala de borracha, arma que dá choque e cacetetes, além disso as Barcas S.A colocou seguranças nas entradas e à paisana fora e dentro das estações. Quem chegava na estação de Niterói, o trabalhador, se assustava com tamanho aparato policial e se perguntavam como pode as Barcas está tão protegida e as ruas tão falhas de segurança pública, até porque todos nós sabemos que a POLÍCIA é para proteger o povo e não ficar do lado das Barcas S.A, a não ser que as Barcas S.A estejam pagando algum din-din por fora para algums pm’s ou até mesmo à algum batalhão… estranho muito estranho. Eu mesmo vi um funcionário de Barcas S.A orientando policiais da tropa de choque sobre como agir caso acontecesse algum tumulto. Também vi um senhor de terno e com um broche da OAB conversando com um policial da tropa de choque ao qual ele chamou de “capitão” sobre o perigo de acabar com o ato sem atingir usuários que estavam passando pelo local para ir ao trabalho. Na verdade tinha muito funcionário de barcas do lado de fora acompanhando os fatos e dando palpites aos policiais… estranho, muito estranho. Afinal, para quem trabalha a POLÍCIA? Para o povo pelo Estado ou para empresas a pedido do Estado?? Muitas pessoas se perguntavam o porquê de tantos policiais ali, estava tão evidente que tinha alguma coisa errada que as pessoas estavam tensas.

Para quê este aparato todo? Para bater em trabalhador? E para os bandidos, “aperto” de mão? Por isso não tem mais o respeito da população.

Polícia para quem precisa, dizem pra você obdecer, dizem pra você calar a boca, dizem pra você se f...

O ato valeu pela iniciativa, o povo na verdade teve que escolher entre ir trabalhar e ficar no ato e pelo horário ficou difícil escolher a segunda opção. Eu também vejo a passividade da população e como quando uma minoria consegue uma vitória todos vencem, a população fica esperando em ponto morto o que é um erro e na hora de reclamar ficam sem argumentos. É revoltante você olhar e não ver a participação de todos.

O ato vai se prolongar até às 17h e será na estação Pça XV e eu espero que o POVO se faça presente.

Não, não é a pacificação no Complexo do Alemão é a tropa de Barcas S.A para bater nos usuários que serão assaltados a partir do próximo Sábado.

Povo acorde, acorde povo, vocês podem acordar com algumas tarifas a dez reais e ficarão sorrindo com cara de palhaços.