A américa do norte está sofrendo com o Furacão Irene, já morreram algumas pessoas, outras feridas, fora o estrago material que é incalculável. Muitos se perguntam, que rebeldia é essa natureza? A resposta vem feroz… destrutiva. Eu tenho o seguinte pensamento: o planeta vai um dia acabar, isto é certo, só que nós estamos encurtando e antecipando este dia.

O enfraquecido, mas ainda perigoso, furacão Irene se abateu sobre uma silenciosa
Nova York neste domingo com ventos fortes e uma chuva torrencial. A cidade
amanheceu vazia e com o sistema de transportes fechado. A água do mar
rapidamente se elevou e ameaça invadir galerias subterrâneas. Alguns bairros,
como o Queens, já enfrentam falta de energia.

O prefeito Michael Bloomberg afirmou, no sábado, que agora é tarde para as
pessoas deixarem suas casas e recomendou cuidados à população:

– O tempo para a evacuação foi longo. Todos devem agora entrar e permanecer
no interior (de suas casas) – alertou.

Algumas pessoas, no entanto, aproveitaram a Times Square na madrugada para se
divertir, mergulhando nas poças de água e brincando nas ruas vazias.

Em Wall Street, sacos de areia foram colocados ao redor grelhas do metrô, nas
proximidades do East River, por causa do medo de enchentes. Lonas foram
distribuídas por outras grelhas. As construções pararam em toda a cidade, e os
trabalhadores do World Trade Center desmontaram um guindaste e protegeram
equipamentos.

Os principais aeroportos da região – LaGuardia, Kennedy e Newark – fecharam
ao meio-dia de sábado. Eventos esportivos profissionais foram adiados, assim
como espetáculos de teatros da Broadway.

Em todo o país já foram registradas pelo menos dez mortes causadas pela
passagem do Irene, informou a rede de TV CNN. Tornados foram relatados em
Maryland e Delaware, e várias advertências foram emitidas em outros lugares,
incluindo Nova York e Filadélfia.

Em Cape Lookout, na Carolina do Norte, hotéis e casas foram atingidas pelas
ondas, dois píeres foram destruídos e pelo menos um hospital foi obrigado a usar
energia de gerador.

Na Virgínia, três pessoas foram mortas por quedas de árvores, pelo menos um
tornado tocou o solo e cerca de 100 estradas foram fechadas.

A usina nuclear de Calvert Cliffs, em Maryland, teve um de seus reatores
desligados automaticamente, no fim da noite deste sábado, após ser atingido por
uma grande placa de alumínio arrancada de um prédio pela força do vento.