Acidente de helicóptero com a nora, aeronave emprestada do Eyke Batista cuja empresa presta serviços no valor de 1 bilhão para o Estado, viagens sem licença de cargo para o exterior, separação … e agora comitiva com seguranças do Governador é atacado a tiros no Caju.

Os seguranças do governador Sérgio Cabral trocaram tiros com bandidos durante uma tentativa de assalto, na manhã desta quarta-feira, próximo à Favela Parque Alegria, no Caju, Zona Portuária do Rio. Minutos antes, Cabral havia deixado o Cemitério do Caju e tomado um helicóptero no quartel do Exército e não estava durante o ataque. A residência de uma moradora foi atingida por disparos e teve as paredes marcadas.

O governador esteve no Cemitério do Caju para acompanhar a cerimônia de cremação de Jordana Kfouri Cavendish, morta em um acidente de helicóptero com outras seis pessoas, na noite da última sexta-feira, na Bahia.

O grupo de seguranças deixava o local em carros e um motociclista seguia na frente. Na Avenida Brasil, próximo ao Viaduto Ataulfo Alves, homens armados com fuzis abordaram o motociclista, mas um outro carro com guarda-costas de Cabral viu a ação dos ladrões e abriu fogo contra eles. Um bandido teria sido atingido – a polícia estima que o grupo tinha entre oito e dez integrantes.